"Na sequência de uma denúncia sobre eventual prática de preços especulativos na venda de desinfetante para as mãos, vulgo ‘álcool gel ́, a ASAE desencadeou ontem, dia 23 de março, uma ação inspetiva a uma sociedade comercial de importação e distribuição na zona metropolitana de Lisboa, que associava a venda dos produtos à própria pandemia", pode ler-se no comunicado divulgado às redações.

Em resultado da operação, a ASAE "concluiu que o denunciado procedeu à venda de 'álcool gel', a preços díspares entre si, sem qualquer justificação, uma vez que a venda, durante o mês de março, oscilou entre os 25€ e os 150€".

É ainda referido que "o operador económico não seguia qualquer critério na definição do preço final ao cliente e foi aumentando, de forma generalizada, os valores de venda à medida que os dias passavam, em função da procura generalizada".

Assim, devido aos "fortes indícios da prática do crime de especulação, a ASAE comunicará, nos termos legais os resultados desta operação ao Ministério Público".

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 386 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram cerca de 17.000.

Em Portugal, segundo o último balanço da Direção-Geral da Saúde, registaram-se 30 mortes e 2.362 infetados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.