sta“Perdemos um génio criativo. Stan Lee era uma força pioneira no universo dos super-heróis. Tenho orgulho de ter tido um pequeno papel no seu legado e...de ter ajudado a dar vida a uma das suas personagens”, escreveu o ator Hugh Jackman, que foi Wolverine na série de filmes “X-Men”, baseado na ‘equipa’ de super-heróis com o mesmo nome, numa publicação na sua conta oficial no Twitter.

Escritor, argumentista e criador de personagens como Homem de Ferro, O Incrível Hulk, Capitão América e Quarteto Fantástico (Senhor Fantástico, Mulher Invisível, Tocha Humana e Coisa), Stan Lee morreu na segunda-feira de manhã, em Los Angeles, aos 95 anos.

No Instagram, onde partilhou uma fotografia onde aparece ao lado de Stan Lee, o ator Robert Downey Jr., o Homem de Ferro, escreveu: “Devo-te tudo. Descansa em Paz Stan”.

Já o ator Chris Evans, o Capitão América, escreveu no Twitter que “não haverá outro Stan Lee”.

“Ao longo de décadas ele proporcionou, tanto a novos como a velhos, aventura, escape, conforto, confiança, inspiração, força, amizade e alegria. Ele exalava amor e bondade e deixará uma marca indelével em tantas, tantas, tantas vidas. Excelsior! [palavra em latim que significa grandioso, majestoso, incrível superior e era muitas vezes usada por Stan Lee, chegando mesmo a dar nome a um grupo de heróis do universo Marvel]”, lê-se na publicação.

O ator que deu vida a Thor no cinema, Chris Hemsworth, partilhou no Instagram uma foto de Stan Lee usando o capacete e o martelo que caracterizam a personagem, escrevendo: “Descansa em Paz meu amigo. Obrigada pelas incríveis aventuras nas quais as tuas histórias nos levaram a todos. O meu amor e apoio para todos os teus amigos e família”.

Mark Rufallo, que foi O Incrível Hulk no cinema, escreveu na sua conta no Twitter duas publicações dedicadas a Stan Lee. Numa fala num “dia triste, triste”. “Descansa em Poder, tio Stan. Fizeste do mundo um sítio melhor através do poder da mitologia moderna e do teu amor por esta coisa confusa de se ser humano”, lê-se na publicação.

Na outra publicação, Mark Rufallo partilhou uma fotografia onde surge com Scarlett Johansson (que deu vida à Viúva Negra), Robert Downey Jr e Chris Hemsworth. “Deixas-nos sermos extra-humanos...até super-humanos. Sinto-me profundamente honrado por sido uma pequena parte da constelação Stan Lee”, escreveu o ator

Entre os vários atores e atrizes que vestiram a pele de personagens da Marvel no cinema e usaram as redes sociais para lamentarem a morte de Stan Lee estão ainda Ryan Reynolds, Tom Holland, Zoe Saldana, Angela Bassett, Tom Hardy, Evangeline Lilly, Chris Pratt, Benedict Cumberbatch e Josh Brolin.

Também a rival da Marvel, a DC Comics, editora de onde saíram super-heróis como Batman, Super-Homem e Mulher Maravilha, dedicou várias publicações no Twitter a Stan Lee.

“Ele mudou a maneira como olhamos para os heróis, e a banda desenhada moderna terá sempre a sua marca indelével. O seu entusiamo contagiante lembrou-nos porque todos nos apaixonámos por estas histórias. Excelsior, Stan”, lê-se numa dessas publicações.

Como redator principal da Marvel Comics e, mais tarde, seu editor, Stan Lee renovou a banda desenhada norte-americana na década de 1960, com a sofisticação dos enredos e dos diálogos, apelando à sátira e à ficção científica, escreveu a Associated Press, na biografia de Sant Lee.

Nascido em Nova Iorque, em dezembro de 1922, numa família de imigrantes romenos, Stan Lee - Stanley Martin Lieber - começou a trabalhar na Timely Comics, pouco antes de este grupo de publicações de 'pulp fiction' lançar o primeiro número da Marvel, em outubro de 1939.

O sucesso inicial fez com que depressa passasse a diretor criativo, assumindo o controlo artístico da empresa que, mais tarde, viria a adotar a designação de Marvel, um dos seus primeiros títulos.

Em 1972, depois de um longo percurso como redator principal, tornou-se editor e diretor editorial da Marvel, à qual acabaria por presidir.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.