Neste risco estão cerca de 40 concelhos de Faro, Portalegre, Santarém, Castelo Branco, Guarda, Viseu e Bragança.

O IPMA colocou também em risco muito elevado e elevado de incêndio vários concelhos de todos os distritos (18) de Portugal continental.

Segundo o IPMA, pelo menos até ao fim da semana vai manter-se o risco de incêndio máximo e muito elevado em vários concelhos do continente por causa do tempo quente.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê a continuação de tempo quente com uma descida temporária de temperatura hoje menos significativa em Trás-os-Montes e na Beira Alta, e uma subida gradual a partir de quinta-feira.

De acordo com o IPMA, durante os próximos dias a temperatura máxima deverá variar entre os 30 e 35 graus na generalidade do território, com valores ligeiramente inferiores junto à faixa costeira (entre 25 e 30 graus), e devendo atingir valores entre 35 e 40 graus em algumas regiões do interior.

A partir da noite de quinta para sexta-feira, prevê-se também uma nova subida dos valores da temperatura mínima. Os valores deverão variar entre 15 e 25 graus, sendo mais elevados no interior e no sotavento algarvio.

Hoje e quinta-feira está prevista alguma instabilidade no interior norte e centro com ocorrência de aguaceiros, que poderão ser de granizo e acompanhados de trovoada.

Na origem do tempo quente está “um anticiclone localizado sobre a região dos Açores, que se estende em crista até ao Golfo da Biscaia, em conjunto com uma depressão centrada no interior da Península e a aproximação de um vale em altitude, que originam o transporte de uma massa de ar quente do norte de África com instabilidade no interior e subida de temperatura nos próximos dias”, segundo o IPMA.

Por causa do tempo quente, o IPMA colocou sob aviso amarelo os distritos da Guarda, Bragança e Vila Real até às 18:00 de sexta-feira.

O IPMA colocou também os distritos de Viana do Castelo, Porto, Vila Real, Bragança, Viseu e Guarda sob aviso amarelo devido à previsão de aguaceiros por vezes fortes, ocasionalmente de granizo e acompanhados de trovoada.

O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Por causa das elevadas temperaturas, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) decretou na segunda-feira a passagem de 10 distritos, maioritariamente no interior, ao estado de alerta especial laranja devido a risco de incêndio rural muito elevado ou máximo.

A ANEPC, através do seu comando nacional, decretou a passagem para o estado de alerta especial laranja para os seguintes distritos: Beja, Bragança, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Portalegre, Santarém, Vila Real e Viseu”.

Mantém-se o estado de alerta especial amarelo para os restantes distritos do país.

Ilha da Madeira em risco extremo de exposição aos raios UV

ilha da Madeira apresenta hoje um risco extremo de exposição à radiação ultravioleta (UV) e o resto do país está com níveis muito elevados, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Para estes distritos com risco extremo, o IPMA recomenda que se evite o mais possível a exposição ao sol.

Em risco muito elevado estão todos os distritos de Portugal continental, exceto o Porto que está com níveis moderados, a ilha do Porto Santo e o arquipélago dos Açores.

Para as regiões com risco muito elevado, o IPMA aconselha a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t-shirt’, guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao Sol.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 de cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.