A rainha britânica aceitou esta segunda-feira dar um "período de transição" ao neto Harry. Numa declaração citada pela BBC, Isabel II diz disposta a apoiar o desejo do neto e respetiva mulher, Meghan, de ter um novo papel na família real. Embora sublinhe que "teria preferido que permanecessem como membros a trabalhar a tempo inteiro na Família Real".

O anuncio consta de um comunicado de imprensa distribuído pelo Palácio de Buckingham após uma reunião realizada hoje para abordar o futuro papel na monarquia do filho mais novo de Diana de Gales e da sua mulher, e em que a rainha disse que subsistem "assuntos complexos por resolver" para os quais se encontrará uma solução "nos próximos dias".

No final do encontro os jornalistas viram Harry, o seu irmão William e o pai de ambos, o príncipe Carlos, a deixarem separadamente a residência real de Sandringham, no leste de Inglaterra.

A rainha Isabel II tinha convocado, para esta segunda-feira, uma reunião de emergência com o núcleo duro da família real britânica para abordar o futuro papel na monarquia dos duques de Sussex, Harry e Meghan.

Segundo a imprensa britânica, este foi o primeiro frente a frente do príncipe Harry, de 35 anos, com a sua avó depois de ter anunciado na passada quarta-feira a vontade de ter a sua “independência financeira” com a mulher Meghan, e de viver uma parte do ano na América do Norte.

Além de Harry, estiveram presentes na residência da rainha em Sandringham o príncipe William e o seu pai, o príncipe Carlos, herdeiro da coroa, enquanto Meghan terá participado por telefone a partir do Canadá, segundo informou este domingo um porta-voz do Palácio de Buckingham.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.