"A receita fiscal líquida do subsetor Estado mantém, em janeiro de 2021, a tendência evidenciada em 2020", refere a Direção-Geral do Orçamento (DGO), adiantando que no primeiro mês de 2021 se registou "uma queda de 468,2 milhões de euros, ou 13,2%, da receita fiscal face ao período homólogo".

A contribuir para esta queda homóloga estiveram os impostos indiretos, sobretudo o IVA e Imposto Sobre os Produtos Petrolíferos (ISP), cuja receita diminui, respetivamente, 242,4 milhões de euros e 156,9 milhões de euros, face ao valor arrecadado no primeiro mês de 2020.

LT // JNM

Lusa/Fim

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.