A academia transmontana disse hoje, em comunicado, que na solução informática ('dashboard') desenvolvida por Ricardo Bento “é possível encontrar, não apenas o número de infetados e a evolução ao longo do tempo, mas também dados demográficos e da rede de resposta médica”.

“Trata-se de dados que não envolvem apenas a informação do dia, mas que também permitem identificar padrões e 'clusters' sub-regionais, permitem a análise cruzada dos dados da covid-19 com variáveis relevantes para este contexto, como a densidade populacional e o nível de envelhecimento da população”, afirmou o investigador do Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento (CETRAD).

Acrescentou que permite também a “confrontação com a rede de resposta médica a nível local, identificando eventuais focos de pressão sobre o sistema, complementando, à escala local, a informação publicamente disponibilizada pela Direção-Geral da Saúde (DGS)”.

Este sistema pretende ser “mais uma ferramenta de apoio à decisão, para autarquias e entidades públicas locais, mas destina-se também a informar o público em geral”.

Para analisar o padrão da doença à escala local, e procurando “colmatar uma lacuna existente” nas soluções disponibilizadas, esta solução foi desenvolvida em articulação com a empresa Esri Portugal - Sistemas e Informação Geográfica, responsável pelo “dashboard” de divulgação do website da DGS, tendo sido integrada no repositório de recurso nacionais, que disponibilizam toda a informação sobre a covid-19.

A aplicação foi lançada a 28 de março, conta com mais de 2.300 visualizações e está disponível online.

Segundo a UTAD, os dados compilados estão “já a suportar investigações em curso”, nomeadamente entre Ricardo Bento, pela UTAD, e Paulo Reis Mourão, pela Universidade do Minho, estando prevista a publicação de vários artigos nos próximos meses.

Portugal contabiliza hoje 1.263 mortos associados à covid-19 em 29.660 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da DGS sobre a pandemia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.