A cidade de Coimbra vai passar a contar com um sistema privado de bicicletas elétricas partilhadas a partir de 2 de maio, afirmou hoje o presidente da Câmara Municipal.

O anúncio foi feito por José Manuel Silva durante a reunião da Assembleia Municipal de Coimbra, que decorreu hoje no Convento São Francisco.

Segundo a vereadora com a pasta dos transportes, Ana Bastos, o sistema, da responsabilidade da Bolt, vai contar com 100 bicicletas elétricas, surgindo no âmbito do contrato que a autarquia tem com aquela empresa relativo a trotinetes elétricas.

No caso das bicicletas, estas não poderão ser largadas em qualquer sítio, tendo de ser atracadas em estações próprias para o efeito, esclareceu a vereadora, salientando que, quem não cumprir essa regra, terá de pagar uma multa.

As estações são as mesmas que eram usadas com as trotinetes e estão espalhadas por toda a zona central da cidade.

“Este é um primeiro lançamento, espero que venham outros em complemento”, acrescentou Ana Bastos.

Na mesma reunião da Assembleia Municipal, José Manuel Silva deu ainda nota de que os processos de contraordenação por estacionamento indevido têm aumentado.

Se em 2021, a Polícia Municipal de Coimbra contabilizou 661 multas, este ano, em apenas quatro meses, já foram registados 650 processos.

“Estamos a acelerar os procedimentos e a regular adequadamente o trânsito na nossa cidade, com os meios que temos”, vincou o autarca.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.