Em comunicado, a organização explica que esta iniciativa, que se pretende que dure além do dia do “GivingTuesday”, decorre depois do período de compras da Black Friday e Cyber Monday.

“A ideia de base do movimento 'GivingTuesday' é simples: Um dia por ano, pessoas em todo o mundo agem para apoiar uma organização sem fins lucrativos à sua escolha. Esse dia, que em 2021 é 30 de novembro, contrapõe-se a dois momentos de consumo intenso, o Black Friday e o Cyber Monday. O apoio pode ser em dinheiro, bens, voluntariado e mesmo doação de sangue”, é referido na nota.

Para participar, as pessoas só têm de aceder ao ‘site’ “GivingTuesday”, para encontrar organizações, instituições e eventos locais, e escolher de forma a doar.

De acordo com a nota, o “GivingTuesday” é "a maior corrente de solidariedade do planeta e é grande porque é feito por milhões de pequenas ajudas e de grandes gestos, por isso, no dia 30 de novembro, ninguém deve ficar parado porque: ‘Tu e Eu, juntos, podemos mudar mundo’”.

A organização contou que em 2020, ano marcado por um contexto difícil devido à pandemia de covid-19, os portugueses “provaram a sua imensa generosidade”, tendo sido doados mais de 220 mil euros, bens e voluntariado às cerca de 200 organizações sociais que beneficiaram do movimento.

O “GivingTuesday” nasceu em 2012, nos Estados Unidos da América. Foi cofundado pelas Nações Unidas e pelo 92StreetY e hoje é uma organização autónoma que conta com o apoio da Fundação Bill & Melinda Gates.

“Com o tempo, afirmou-se como o maior movimento mundial de solidariedade, com milhões de pessoas unidas no objetivo de criar um mundo mais generoso”, é referido na nota.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.