O lisboeta, de 32 anos e que figura no 112.º lugar no ‘ranking’ ATP, não foi capaz de concretizar o seu teórico favoritismo frente ao jovem helvético, de 24 anos e 161.º na hierarquia mundial, e perdeu ao cabo de uma hora e 11 minutos, pelos parciais de 6-2 e 6-4.

Pedro Sousa entrou a ceder logo no seu jogo de serviço e, depois de novo ‘break’ no sétimo jogo (2-5), não conseguiu recuperar mais da desvantagem, entregando assim o primeiro ‘set’ ao cabo de 31 minutos.

No segundo parcial, o tenista português, que está a regressar à competição, após uma paragem de duas semanas para recuperar de uma lesão no pé esquerdo e descansar, voltou a sofrer um ‘break’ no jogo inaugural, o suficiente para Marc-Andrea Huesler assumir o comando do marcador e conquistar a vitória.

Na segunda e última ronda do ‘qualifying’, o suíço vai medir forças com o vencedor do encontro entre o espanhol Pedro Martinez e o holandês Botic Van de Zandschulp por uma das quatro vagas de acesso ao quadro principal do Estoril Open.

Ao contrário de Pedro Sousa, Nuno Borges, 331.º ATP, conseguiu o apuramento, ao bater o britânico Liam Broady, 137.º, por 6-3 e 7-5, marcando encontro com o espanhol Roberto Carballes Baena, 91.º, que bateu o suíço Henri Laaksonen, 139.º, por 7-5 e 7-5.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.