Após a intervenção inicial do presidente liberal, Rui Rocha, a que a comunicação social poderá assistir, os restantes trabalhos vão decorrer à porta fechada.

A revisão dos estatutos da IL é um dos principais temas em discussão, uma vez que o partido tem marcada uma Convenção Nacional, de 01 a 03 de dezembro, em Santa Maria da Feira, distrito de Aveiro.

Apesar de a reunião magna de dezembro não ser eletiva e não ir haver qualquer alteração na liderança do partido, os liberais vão discutir e votar as propostas de alteração aos estatutos, bem como o programa político da IL.

Da agenda da reunião de hoje faz parte a discussão e deliberação da proposta de alteração dos estatutos apresentada pelo Conselho Nacional, bem como a composição da comissão técnica de apoio à Mesa da Convenção.

De acordo com o regimento da Convenção Nacional, hoje é a data limite para apresentação dos “projetos globais de alteração” aos estatutos.

Para além da proposta do Conselho Nacional, José Cardoso, candidato à liderança da IL na última convenção e um dos porta-voz da iniciativa “Estatutos + liberais”, adiantou à agência Lusa que vai ser formalizada a entrega de um projeto global de alteração dos estatutos.

Segundo José Cardoso, esta proposta alternativa à do Conselho Nacional reuniu cerca de 200 assinaturas.

A iniciativa “Estatutos + liberais” tem também como porta-vozes o antigo candidato às eleições presidenciais apoiado pela IL, Tiago Mayan Gonçalves, e o primeiro presidente liberal, Miguel Ferreira da Silva, que na última convenção apoiaram a deputada Carla Castro para a liderança da IL.

Para além da análise das eleições regionais da Madeira, nas quais a IL conseguiu eleger pela primeira vez, o Conselho Nacional de hoje vai ainda analisar a execução da moção de estratégia global de Rui Rocha, e demais moções aprovadas na anterior Convenção eletiva, de 21 e 22 de janeiro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.