A partir desta quarta-feira será necessário apresentar o certificado digital para o acesso a restaurantes, mas, segundo o Jornal de Notícias, refeições em cafés, pastelarias, casas de chá ou esplanadas não exigem a apresentação do certificado.

“O Governo explicou-nos que a lógica está na duração das refeições, que são mais demoradas nos restaurantes”, explicou Daniel Serra, presidente da Associação Nacional de Restaurantes Pro.var.

"Estamos muito preocupados. Nesta altura do ano os telefones costumam tocar para reservar mesas para jantares de Natal, mas agora quando tocam é para cancelar reservas. Diria que um em cada três jantares de grupo já foram cancelados e temo que mais o serão", acrescentou.

Desta vez, não serão aceites testes rápidos à porta dos restaurantes, nem noutros locais com restrições e os únicos testes válidos são os PCR (válido 72 horas) ou antigénio (válido durante 48 horas), realizados em laboratório ou farmácia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.