O piloto finlandês, que partiu do primeiro lugar da grelha para esta corrida, terminou as 18 voltas com o tempo de 27.54,078 minutos, deixando o holandês Max Verstappen (Red Bull), líder do campeonato, na segunda posição, a 2,325 segundos, e o australiano Daniel Ricciardo (McLaren) em terceiro, a 14,524.

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes), que partiu da segunda posição, deixou o carro patinar no arranque e caiu para o sexto lugar.

No entanto, o heptacampeão do mundo e segundo classificado do Mundial viria a recuperar uma posição devido ao despiste do francês Pierre Gasly (Alpha Tauri), terminando em quinto, a 20,011 segundos do vencedor.

Com estes resultados, Bottas somou três pontos, Verstappen dois e Ricciardo um, o que deixa o piloto da Red Bull com uma vantagem de cinco pontos no campeonato face a Hamilton.

Os resultados desta corrida de qualificação, com 100 quilómetros de extensão, definem a grelha de partida para a corrida principal, disputada no domingo, pelo que a Bottas foi creditada a 18.ª ‘pole position’ da carreira.

Contudo, o piloto finlandês mudou o motor do seu Mercedes, pelo que foi penalizado e sairá do final da grelha, deixando o primeiro lugar para Verstappen, enquanto Hamilton vai partir da quarta posição.

Ainda assim, o britânico prevê uma “vitória fácil” de Verstappen.

“Vai ser uma vitória fácil para o Max [Verstappen] amanhã [no domingo], pelo que será um golpe duro nas contas do título para mim”, frisou Hamilton, que parte com cinco pontos de atraso para o piloto dos Países Baixos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.