Ricardo Horta inaugurou o marcador, logo no primeiro minuto, tornando-se no melhor marcador da história do clube ao assinar o seu 93.º tento pelos bracarenses, destacando-se de Mário, que somou 92 nas décadas de 40 e 50 do século passado, e Vítor Oliveira marcou o segundo, aos 19, antes de o Famalicão empreender a reviravolta, com tentos de Banza, aos 43 e 89, e Bruno Rodrigues, aos 80.

O Sporting de Braga terminou a edição de 2021/22 da I Liga na quarta posição, com 65 pontos, enquanto o Famalicão finalizou no oitavo posto, em igualdade com o Estoril Praia, nono, ultrapassando hoje Portimonense, Boavista, Paços de Ferreira, Marítimo, todos com 38.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.