O português cortou a meta a 2,592 segundos do vencedor, o francês Fábio Quartararo (Yamaha).

Oliveira chegou ao final da corrida na segunda posição, mas acabaria penalizado com um lugar por ter excedido os limites da pista na última volta, ao pisar ligeiramente fora do asfalto.

De seguida, surgiu a informação de que Joan Mir (Suzuki) também foi penalizado pelo mesmo motivo, o que recolou o piloto português no segundo lugar e Mir em terceiro.

O francês Quartararo é líder do campeonato com 106 pontos enquanto Oliveira tem, agora, 29 pontos.

"Foi uma boa corrida. Fomos fortes ao longo de todo o fim de semana. No início não me senti confortável para puxar, pois tinha montado um pneu duro à frente", explicou o piloto de Almada.

Miguel Oliveira partiu da sétima posição, mas foi paciente o suficiente para chegar ao segundo lugar.

"O [francês] Johann [Zarco, em Ducati] abrandou quando começou a sentir desgaste nos pneus e tentei ultrapassá-lo. No final, não foi fácil manter o [espanhol Joan] Mir afastado", disse ainda.

A terminar, o piloto luso da KTM referiu que "gostava de ter feito este pódio noutras circunstâncias".

"Não podemos estar completamente felizes. Gostava que este desporto não fosse tão cruel, mas é a nossa paixão. Os nossos pensamentos estão com a família" de Jason Dupasquier, cuja mãe é portuguesa, concluiu Miguel Oliveira.

O piloto luso é, agora, décimo classificado do campeonato, com 29 pontos.

O piloto suíço Jason Dupasquier, de ascendência portuguesa, morreu hoje aos 19 anos, após queda no sábado durante a qualificação do Grande Prémio de Itália de Moto3.

Jason Dupasquier sofreu no sábado um acidente na parte final qualificação de Moto3, que envolveu também o japonês Ayumu Sasaki e o espanhol Jeremy Alcoba, tendo sido assistido durante mais de 30 minutos na pista do circuito de Mugello, antes de ser transportado de helicóptero para o hospital.

O piloto, que foi atingido por uma das motas após a queda, ainda foi operado, mas não resistiu aos ferimentos sofridos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.