O movimento ostober.org é lançado este mês de outubro, o mesmo em que se assinala o Dia Mundial do Ostomizado. É criado pela Convatec, em parceria com a Associação ANOXV e com o apoio das Associações ANF, APECE, APO e Europacolon, e tem como objetivo alterar a perceção e eliminar preconceitos sobre a ostomia, um procedimento cirúrgico que consiste na abertura de um órgão como, por exemplo, parte do tubo digestivo, do aparelho respiratório, urinário, ou outro qualquer, mantendo um canal  de comunicação com o meio externo para manutenção das funções vitais.

Para humanizar o movimento, a Convatec convidou o fotógrafo Ricardo Pereira da Silva para contar a história de 10 pessoas com ostomia através da fotografia, trabalho que deu origem à exposição inaugurada no dia 21 de outubro, no Coletivo284, em Lisboa.

Trata-se de uma  exposição interativa já que as 10 pessoas com ostomia, estomaterapeutas e cuidadores informais, partilham testemunhos através de vídeo que estará acessível por realidade aumentada junto da fotografia. A exposição, de carácter itinerante, segue depois para várias cidades do país e quer sensibilizar a sociedade civil para uma realidade que afeta cerca de 15 mil portugueses.

“Como líder de mercado no desenvolvimento de dispositivos para a ostomia percebemos que há muito ainda a fazer em Portugal para esclarecer e desmistificar sobre a ostomia. Este facto faz com que muitas pessoas com esta condição se escondam, evitando atividades que exponham a sua condição como exercício físico, ir à praia, participar em reuniões sociais… É nosso propósito contribuir para que a pessoa com ostomia viva uma vida plena. Para isso precisamos de dar voz às principais preocupações desta população que são sobretudo relacionadas com preconceitos e tabus que ainda estão muito presentes na nossa sociedade.” explica Filipa Moreira, responsável pela Unidade de Ostomia da Convatec em Portugal.

Lea Pinheiro é ostomizada há 11 anos e tem sido a principal impulsionadora de divulgação de informação, direitos e benefícios das pessoas com ostomia em Portugal. “Todos os anos há cerca de 4 a 5 mil novos casos de ostomia em Portugal e cada vez se tem assistido a pessoas mais novas a terem de recorrer à ostomia, devido a complicações de saúde”, conclui.

“A vida social, desportiva ou até sexual da pessoa com ostomia gera muitas preocupações e dá origem a tabus injustificados”, assegura Lea Pinheiro, Presidente da ANOXV – Associação Nacional de Ostomizados, “por isso entendi ser fundamental juntarmo-nos ao movimento ostober.org para que num esforço nacional de sensibilização e desmistificação do dia-a-dia do ostomizado, se demonstre que é possível e desejável que a pessoa ostomizada assuma a sua realidade e esteja bem resolvida com o seu corpo”, explica.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.