Poucos dias depois de golear os suecos do Malmo na Liga dos Campeões (4-0), a equipa londrina, mesmo sem os goleadores Lukaku e Timo Werner, ou o médio Pulisic, todos lesionados, foi avassaladora.

Mason Mount foi o homem do jogo, com um ‘hat-trick’ (golos aos oito, 85, de grande penalidade, e 90+1 minutos), num encontro em que tudo parecia demasiado simples e a equipa já vencia por 3-0 ao intervalo.

Hudson-Odoi (18 minutos), Reece James (42) e Ben Chilwell (57) também inscreveram o nome na lista dos marcadores, numa goleada, a maior da época de todas as equipas da Liga inglesa, ainda com um autogolo, de Maximillian James Aarons, aos 62.

A expulsão de Gibson, com duplo amarelo, aos 65 minutos, ajudou também a que os comandados de Tomas Tuchel tornassem o pesadelo do Norwich ainda maior.

O resultado reforça a liderança do Chelsea, com 22 pontos, mais quatro do que o Liverpool, que no domingo visita o Manchester United.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.