Campeões europeus em 2018, na Eslovénia, a equipa das ‘quinas’ defronta o conjunto argentino a partir das 20:00 (18:00 em Lisboa), na Zalgiris Arena, em Kaunas, no jogo decisivo do Mundial de futsal de 2021, que se tem realizado na Lituânia desde 12 de setembro.

Conseguida a melhor prestação de sempre, superando o terceiro lugar da edição de 2000, na Guatemala, a equipa das ‘quinas’ procura agora conquistar o primeiro título mundial, depois de superar, no prolongamento e grandes penalidades, as congéneres da Sérvia, Espanha e Cazaquistão, na fase a eliminar.

Líder do Grupo C, com sete pontos, fruto de vitórias sobre a Tailândia (4-1) e Ilhas Salomão (7-1) e um empate com Marrocos (3-3), Portugal passou Sérvia (4-3) e Espanha (4-2), nos ‘oitavos’ e ‘quartos’, respetivamente, com dificuldade, tal como os cazaques, nas meias-finais, onde foi preciso ir às grandes penalidades (4-3, após 2-2 no tempo extra).

O derradeiro obstáculo é a Argentina, que, na sequência de um inédito título em 2016, na Colômbia, tem agora a oportunidade de revalidar o cetro, depois de vencer o Grupo F, com nove pontos, derrotando os Estados Unidos (11-0), a Sérvia (4-2) e o Irão (2-1).

Na fase a eliminar, a formação ‘albiceleste’ ultrapassou o Paraguai, por 6-1, nos oitavos de final, a União de Futebol da Rússia (RFU), por 5-4, nas grandes penalidades, após 1-1 no prolongamento, nos quartos de final, e o Brasil, por 2-1, nas meias-finais.

No histórico de confrontos, Portugal venceu os argentinos uma vez, por 2-1, no Grande Prémio de 2010, somando um empate, no Mundialito de 2001 (2-2), e três desaires: no III Torneio Internacional da FIFA, em 1987 (4-3), na fase de grupos do Mundial de 2004, em Taiwan (1-0), e nas meias-finais do último Mundial, em 2016, na Colômbia (5-2).

Antes, Brasil e Cazaquistão, derrotados nas ‘meias’, defrontam-se na partida de atribuição do terceiro e quarto lugares, às 18:00 (16:00 em Lisboa), na mesma arena.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.