Comissariada por Miguel von Hafe, a exposição “Criteria” contará com um total de 37 obras de 33 artistas, todas elas adquiridas em diferentes edições da Feira Internacional de Arte Contemporânea ARCO, de acordo com a comunicação das Galerias Municipais/Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural de Lisboa.

A mostra incluirá peças de artistas portugueses como Ana Jotta, Carlos Bunga, Filipa César, Francisco Tropa, Gil Heitor Cortesão, Helena Almeida, Jorge Molder, Miguel Palma, Pedro Cabrita Reis, Rui Toscano, Vasco Araújo ou a dupla Von Calhau!.

As obras serão colocadas num contexto internacional em diálogo com obras de artistas como Ângela Ferreira, Antoni Muntadas, Arnulf Rainer, Babi Badalov, Christian Boltanski, Danh Vo, Elmgreen&Dragset, Francesc Ruiz, Giuseppe Penone, Gwenneth Boelens, Ibon Aranberri, Jarbas Lopes, John Chamberlain, Lucia Koch, Marlena Kudlicka, Regina de Miguel, Ryan Gander, Thomas Ruff, Wolfgang Tillmans, Yinka Shonibare e Yorgos Sapountzis.

Criada e impulsionada pela IFEMA – Feira de Madrid, desde 1987, a coleção reúne obras adquiridas em todas as edições da Feira Internacional de Arte Contemporânea ARCO.

Miguel von Hafe, o curador do projeto, está ligado à coleção da Fundación ARCO desde 2010, primeiro como diretor do CGAC – Centro Galego de Arte Contemporânea — e depois como responsável por aquisições.

O convite da Câmara Municipal de Lisboa à Fundación ARCO para fazer a exposição “Criteria” é parte integrante do seu programa de exposições de coleções privadas, iniciado com as exposições da Fundação Serralves, no Porto, e da coleção Fundación La Caixa, também de Espanha.

Contando com mais de 300 obras de arte, hoje a coleção “é uma parte ativa da programação do CA2M Centro de Arte dos de Mayo de Móstoles, onde está em depósito desde 2012, com obras presentes nas suas diferentes exposições temáticas”, segundo a EGEAC.

A exposição em Lisboa é inaugurada às 18:00 de dia 30 de janeiro, e ficará patente até 21 de abril.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.