A atleta do Sporting, que precisava de terminar nas três primeiras posições da sua série para se apurar diretamente para as semifinais, foi apenas batida por Anthonique Strachan, das Bahamas, que se impôs com o tempo de 22,76 segundos.

“Nos 200 tenho de correr mais relaxada, quando estou mais pensativa acho, mesmo sem querer, fico muito crispada e o melhor não sai. Pensei só em estar feliz, sem pressão, dar o que tinha e fiquei feliz”, afirmou a atleta do Sporting, na zona mista do Estádio Olímpico.

Bazolo qualificou-se diretamente para as semifinais, que vão ser disputadas hoje, a partir das 19:25 locais (11:25 em Lisboa), ao terminar no segundo lugar da quinta série de eliminatórias, em 23,21 segundos. A final está também marcada para hoje, às 21:50 (13:50).

“A sensação é boa, fui sem expectativas porque sabia que a minha série era muito forte. Pensei só em correr tecnicamente bem e em sentir-me bem na minha corrida”, vincou.

A veterana atleta portuguesa, de 38 anos, tinha sido eliminada na primeira ronda na prova dos 100 metros de Tóquio2020.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.