“No próximo dia 10 de dezembro irá chegar um novo lote de 200 mil vacinas e estamos a trabalhar para chegar a um milhão de vacinas partilhadas com Moçambique”, referiu Francisco André.

A meta é apontada numa altura em que Portugal já entregou 547 mil vacinas no âmbito das relações bilaterais entre os dois países, além do esforços desenvolvidos no âmbito das organizações internacionais como a iniciativa Covax, referiu.

Com o número hoje anunciado, o total vai ascender a 747 mil vacinas.

“Esta é uma batalha que só venceremos em conjunto”, realçou Francisco André.

Diversas doações estão a reforçar a capacidade de vacinação de Moçambique contra a covid-19.

O país recebe esta semana doses para cerca de um milhão de pessoas: um lote de 840.000 vacinas de toma única da Janssen é hoje entregue pelos Estados Unidos da América e a Argentina vai doar 450 mil doses da vacina Astrazeneca, que requer duas tomas, na sexta-feira.

De acordo com o últimos dados das autoridades de Saúde moçambicanas, cerca de seis milhões de pessoas foram inoculadas no país, das quais 3,3 milhões estão completamente vacinadas, ou seja, um quinto dos 17 milhões que se pretende vacinar até final de 2022.

Moçambique vive um período de baixa transmissão da covid-19 em todas as províncias, tendo um total acumulado de 1.938 mortes e 151.488 casos, dos quais 98% recuperados da doença.

A pandemia de covid-19 matou pelo menos 5.148.939 pessoas em todo o mundo desde dezembro de 2019, de entre 256,91 milhões de casos, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse com base em fontes oficiais.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.